Quanto tempo da pra ficar sem Transar


Revista Ana Maria
Ano 2006 nº 487
 
 
Quanto Tempo Dá Pra Ficar Sem Transar?

Entenda por que algumas mulheres não se sentem satisfeitas mesmo com sexo todo dia, enquanto outras podem passar anos na abstinência e continuam felizes

Por Suzana Dias

Tem gente que passa a vida toda sem transar e não sente a menor falta. Já certas mulheres não conseguem ficar mais do que uma semana sem fazer sexo. O que explicaria, então, tantas diferenças no apetite sexual feminino? É o que tentamos descobrir, conversando com alguns especialistas em sexualidade.

1 DIA

Você lembra da personagem Creuza (Juliana Paes), de América, que saía toda noite para transar com um desconhecido? Esse comportamento também existe na vida real e indica um distúrbio que os especialistas chamam de "compulsão sexual". As vítimas que não possuem parceiro fixo costumam buscar estranhos para satisfazer seu desejo incontrolável. "Mesmo com tanto sexo, essas pessoas vivem insatisfeitas", diz a educadora sexual Simone Nogueira, do Instituto Kaplan, de São Paulo.

DICA: Como se trata de um distúrbio que expõe a mulher inclusive a um risco maior de peqar uma doença sexualmente transmissível, é preciso procurar tratamento psicolóqico.

1 SEMANA

Muitos casais têm problemas porque, para um, o sexo tem de acontecer pelo menos uma vez por semana, enquanto que, para o outro, a freqüência pode ser bem menor. A Segundo especialistas, essa diferença é comum, pois cada pessoa tem sua necessidade sexual particular. O casal precisa acertar seus ponteiros, encontrar um meio termo. "Para haver equillbrio, o desejo de um não pode se sobrepor ao do outro", ensina a terapeuta sexual gaúcha Jaqueline Brendler, membro da diretoria da Associação Mundial para a Saúde Sexual.

DICA: Para que ambos fiquem satisfeitos, a solução é conversar sobre o assunto e encarar o sexo como prioridade, em vez de deixá-lo para o fim da noite, quando o casal está cansado.

1 MÊS

"Na primeira quinzena do ciclo menstrual, os hormônios responsáveis pelo desejo da mulher estão em alta e é natural que ela tenha uma resposta melhor aos estímulos sexuais", afirma o terapeuta sexual Celso Marzano, diretor do Instituto Brasileiro Interdisciplinar de Sexologia e Medicina Psicossomática, de São Paulo. Quando o dia mais fértil se aproxima -o que ocorre cerca de 14 dias após a menstruação - a mulher fica mais foqosa e, depois, o desejo começa a declinar. Muitas de nós podem saciar sua vontade durante o ápice do ciclo e não ter mais interesse em fazer amor até o mês seguinte.

DICA: "Se você e ele não se importam em transar só num pequeno período do mês, está tudo certo. Aqora, se a situação incomoda a pessoa ou o casal, indico uma terapia", diz o terapeuta Marzano.

6 MESES

Existem fases em que, mesmo casada, a mulher acaba dando um bom tempo para a vida sexual. A mais típica delas ocorre depois do nascimento de um filho. "0 bebê sugava toda a minha energia", lembra a dona-de-casa mineira Cleide Fernandes, de 29 anos, que teve o primeiro filho há nove meses. Ela conta que só começou a retomar o desejo quando o menino estava com quase 6 meses. Não importa se a sua quarentena foi esticada por meses, o que não deve haver é culpa.

DICA: Para recuperar a vontade de transar, converse sobre o assunto com o seu marido, peça a ajuda dele e procure se desqastar menos nas tarefas com o bebê.

1 ANO

As pessoas podem, em determinados momentos, desviar a energia sexual para outros campos da vida, como o profissional. Elas perdem o desejo de transar. Em compensação, trabalham com enorme prazer. Se a pessoa pretende, no entanto, voltar a ser sexualmente ativa, deve exercitar sua mente. "Em sexualidade, Quanto mais se faz, mais se deseja", explica o sexólogo Amaury Mendes Júnior. "Quanto mais sangue mandamos para a pelve, mais lubrificamos e preservamos as funções dos genitais:'

DICA Mesmo que hoje você não queira encontrar um parceiro, procure pensar em sexo. Manter a cabeça cheia de fantasias irá ajudá-Ia a voltar com todo o viqor quando chelJar a hora.

MAIS DE 5 ANOS

Quem não conhece histórias de mulheres que ficaram viúvas e, depois de anos, começaram a namorar novamente? Elas são um bom exemplo de que podemos permanecer muito tempo com a vida sexual parada e depois retomá-Ia. Voltar a praticar sexo depois de uma época de "seca", entretanto, exige atenção. O retorno será mais fácil para quem não bebe, não fuma, não tem nenhuma doença qrave, está no peso ideal e faz exercícios físicos. Isso porque nosso corpo é como uma máquina Que precisa estar sempre com a manutenção em dia para funcionar direito.

DICA "Recomendo que a mulher vá ao Ginecologista antes de reiniciar a atividade sexual e, em alguns casos, que procure um terapeuta sexual", opina Celso Marzano.

A VIDA TODA

Pode parecer esquisito, mas muita qente por aí anda afirmando que dá para viver sem sexo e feliz. Mais do que isso, a turma dos que se autodenominam assexuados está lutando pelo fim do preconceito contra quem não gosta e

não quer ter vida sexual. Existe uma orqanização americana, a Asexual Visibility and Education Network (AVEN), que reúne participantes de todo o mundo que se declaram sem nenhuma aptidão para o sexo. A maioria diz que nunca sentiu desejo ou impulso sexual, e os que tiveram experiências nesse campo não curtiram e decidiram riscar a sexualidade de suas vidas.

DICA Se você faz parte desse grupo, não se sinta culpada. Saiba que é possível, sim. ser feliz sem sexo.

9327 acessos desde 14 de setembro de 2006.

 

Busca:

 

Parcerias:

Programa Dr. do Sexo com Dr. Celso Marzano e Samanta Fonseca - 4º feira das 21:00 no site www.tvabcd.com.br

Um portal que tem como meta excelente qualidade de vida para você


Hora: 04:02:28 PM
Sábado, 23 de Agosto de 2014