Tamanho é documento - quanto maior o pênis melhor?


Tamanho é documento - quanto maior o pênis melhor?

 

Não é verdade. A crença de que seu pênis é menor que os dos outros, abala a confiança masculina e diminui a sua auto-estima. Na maior parte dos casos a insatisfação não vem de uma queixa da parceira, mas sim do desejo do mesmo de possuir um pênis maior, seja por desconhecimento das dimensões normais, seja por comparações errôneas feitas com outros pênis, vistos em revistas e filmes eróticos, ou através de "vantagens" contadas por amigos. Certos pais induzem um trauma psicológico nos filhos na infância ao compararem os seus pênis com os de outros meninos da mesma idade.

            Nos homens normais, geralmente, o pênis atinge seu tamanho definitivo aos 16 anos de idade e 80% dos pênis eretos situam-se entre 11 e 17 cm, sendo 14 cm a média comum. A circunferência do pênis ereto situa-se em média entre 06 e 15 cm. Diferenças raciais não estão bem definidas, mas existe uma aparente variação p/ uma média maior ou menor. Em flacidez, o tamanho médio do pênis do adulto varia de 06 a 09 cm. Esta avaliação tende à subjetividade, já que tanta ansiedade, frio, obesidade, tônus muscular e outros fatores podem retrair e enrugar o pênis, diminuindo o seu tamanho.

           O tamanho do pênis é uma preocupação masculina e não feminina, pelo falso mito de que quanto maior o pênis, maior prazer proporcionará ao outro parceiro sexual. Não é verdade, pois há um limite de tamanho que pode penetrar na vagina e com certeza haverá um incomodo e dor na sua penetração, o que é muito repudiado pelas mulheres. Geralmente dor e prazer não se encaixam bem entre os casais.

A grossura do pênis pode interferir no prazer da mulher pois a sensibilidade maior na vagina ocorre nos primeiros centímetros a partir de sua abertura na vulva e o contato de um pênis mais grosso pode aumentar a sensibilidade. A posição sexual e a abertura ou fechamento das pernas pode favorecer o maior contato entre o pênis e a vagina nos casos de mulheres que se acham largas ou em homens que têm o pênis mais fino.

O mito de que observando o tamanho do nariz, da mão ou do pé do homem pode-se calcular o tamanho do seu pênis nada tem a ver. Estas idéias são mitos falsos e fazem parte da fantasia de homens e mulheres.  Na formação do embrião humano cada órgão ou parte do corpo tem uma origem diferente e não tem correspondência um com o outro.

           A maioria dos homens insatisfeitos com as dimensões dos seus pênis enquadra-se nas seguintes condições: a- pênis de tamanho normal, adequado para sua função; b-pênis de tamanho normal, "escondido" parcialmente pelo aumento da gordura, comum nos obesos; c-pênis de tamanho normal, em um homem alto com pênis proporcionalmente pequeno; d-pênis de tamanho normal, parcialmente encoberto por uma implantação anormal da bolsa escrotal; e- pênis de tamanho normal, em que uma porção excessiva de prepúcio foi retirada durante a circuncisão. Portanto, a maioria dos casos pode ser resolvida com uma simples orientação ou com cirurgias simples.

          O aconselhamento psicológico tem papel relevante para melhorar a auto-estima e fazer com que o indivíduo se aceite como é. A cirurgia de alongamento peniano com finalidade cosmética em pênis normais é considerada como cirurgia experimental, reservada para casos selecionados e com realização permitida apenas em centros médicos de pesquisa, de acordo com normas estabelecidas pelas Resoluções 196/96 do Conselho Nacional de Saúde e 1478/97 do Conselho Federal de Medicina.

 

DR CELSO MARZANO –Urologista e Terapeuta Sexual

Diretor das Clínicas CEDES

70112 acessos desde 14 de setembro de 2006.